Olimpíadas

  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Formada em 2019, parceria entre o campeão olímpico Alison e Álvaro Filho emplacou.

Alison/Álvaro Filho carimbam passaporte para Tóquio

Segunda vaga na corrida olímpica brasileira fica com Evandro/Bruno Schmidt
Por: Redação - 16/10/2019 14:57:40
150 visualizações

O Brasil já conhece suas duplas masculinas de vôlei de praia garantidas nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020: Alison/Álvaro Filho e Evandro/Bruno Schmidt. Campeão do torneio olímpico nas areias do Rio, em 2016, Alison vai brigar pelo bicampeonato, enquanto Álvaro Filho disputará sua primeira Olimpíada. A outra dupla masculina nos Jogos de Tóquio será Evandro/Bruno Schmidt, segundos colocados na corrida olímpica.

Líderes da corrida olímpica brasileira, a vaga olímpica de Alison/Álvaro Filho era questão de tempo. Faltava apenas a confirmação da temporada 2019/20 por parte da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), o que aconteceu nesta quarta-feira (16) na Suíça. Como a FIVB não confirmou torneios de quatro ou cinco estrelas até 28 de fevereiro de 2020, data final da corrida olímpica brasileira dentro dos critérios estabelecidos pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), o Mamute e Alvinho não podem mais ser ultrapassados na corrida olímpica.

"Não foi nada fácil. E não seria mesmo, nunca foi, Mas foi, sem dúvidas, o ciclo mais complicado de todos. Valeu a pena. Valeu a pena toda a entrega, todo o suor, tudo que deixamos em quadra dia a dia, treinos, jogos, viagens, valeu a pena o foco e a concentração nos momentos mais difíceis, que mostraram que nosso time tem qualidades que vão além da quadra: tem comprometimento e união. A recompensa chegou hoje cedo, com a confirmação da classificação olímpica para Tóquio-2020. Adversidade, superação... Essas renúncias fazem parte da rotina do atleta. E essa vaga para os Jogos do Japão é uma conquista que mistura diversos sentimentos: alívio, euforia, dor, amizade... Tenho que agradecer a todos. Eu e Álvaro. Temos que agradecer à nossa equipe de trabalho, parceiros, amigos, famílias, fãs... Estou indo para a minha terceira participação olímpica e vai ser muito especial. Tenho um novo parceiro e os mesmos objetivos, o mesmo 'sangue nos olhos' e agora começa uma nova etapa. Contagem regressiva para Tóquio. Temos muito trabalho e muita vontade para que tudo dê certo e possamos chegar no nosso melhor nas Olimpíadas. Obrigado a cada um de vocês! Feliz demais!”, postou Alison em suas redes sociais.

Medalhista de prata em Londres 2012 e campeão olímpico quatro anos mais tarde, no Rio, Alison teve como parceiros no atual ciclo olímpico Bruno Schmidt e depois André Stein. A parceria com o promissor Álvaro Filho veio tarde, ainda em 2019, mas o time encaixou: dos 15 torneios disputados pelo Circuito Mundial, a parceria chegou sete vezes entre os cinco primeiros, incluíndo quatro pódios, com duas medalhas de ouro e duas de prata.

 

Evandro/Bruno Schmidt garantem segunda vaga

Evandro/Bruno Schmidt também estão garantidos em Tóquio. Com 5500 pontos na corrida olímpica, eles não podem mais ser alcançados na disputa interna do Brasil, conforme confirmou a CBV. Bruno Schmidt chegará ao Japão sob o status de atual campeão olímpico, com a medalha de ouro conquistada no Rio 2016, com Alison. Evandro, por sua vez, também vai para sua segunda participação olímpica - o carioca foi até as oitavas de final no Rio, ao lado de Pedro Solberg.

"Partiu, Tóquio!!! Olimpíada aí vamos nós!!!! Árduo caminho, foram muitas as batalhas. Conseguimos!! Manter os pés no chão pra seguirmos cumprindo nosso planejamento em busca do objetivo maior! Obrigado a todos da equipe, família, parceiros, amigos, fãs, todos que acreditam e torcem pelo nosso time!!! Vamos juntos!!", postaram os atletas.

 

 


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade