Olimpíadas

  • Crédito: Alexandre Loureiro/Getty Images

    Walsh tem nova dupla mirando Tóquio 2020

Walsh tem nova parceira para corrida olímpica

Com três medalhas de ouro em Olimpíadas, norte-americana fará dupla com Brooke Sweat
Por: Redação - 15/10/2018 17:23:51

Uma das maiores jogadoras de volêi de praia de todos os tempos tem nova parceria para a corrida olímpica Tóquio 2020. A norte-americana Kerri Walsh fará dupla com Brooke Sweat em busca de classificação para as Olimpíadas do Japão. 

Em entrevista à NBC Sports, Walsh destacou a força defensiva de Sweat, que pesou em seu convite para formar dupla. "As vezes que aproveitei mais sucesso, sucesso consistente, foi quando tive uma grande defensora atrás de mim, que me fez uma grande bloqueadora", comentou a jogadora. "Brooke, literalmente, poderia ser a melhor defensora do mundo", ressaltou.

Walsh tem 40 anos e foi tricampeã olímpica ao lado de Misty May-Treanor. As duas levaram o ouro em Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012. No Rio 2016, Walsh formou dupla com April Ross e levou o bronzo após perder a semifinal para as brasileiras Ágatha e Bárbara. Essa foi a única derrota de Walsh em sua carreira olímpica.

Mirando mais uma edição de Jogos Olímpicos, a norte-americana convidou Brooke Sweat para uma nova dupla. "Ela me ligou, talvez dois meses atrás, perguntando se estaria interessada apenas em treinar com ela", contou Sweat, ressaltando ainda que Walsh procurava outra jogadora. "Então ela tomou a decisão e me perguntou se queria jogar com ela e ir com ela para o ouro. É sempre bom ter uma das melhores jogadoras ligando para você. Foi um bom dia", declarou Sweat.

Brooke Sweat tem 32 anos e esteve nas Olimpíadas do Rio ao lado de Lauren Fendrick. As duas perderam os três jogos que disputaram. Para Tóquio 2020, apenas duas duplas estarão representando cada país. As melhores colocadas dos EUA no momento são Sarah Hughes e Summer Ross e April Ross e Alix Klineman.

Nova dupla na corrida, Walsh e Brooke estão inscritas em dois torneios de qualificação olímpicos no mês de outubro, em Las Vegas e no México. "O mais difícil dessa nossa jornada é que vamos começar do fundo. Respeito todas as equipes americanas, mas não estou preocupada. Me preocupo apenas com meu time e em ganhar", afirmou Walsh.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade