Circuito Mundial

  • Crédito: Divulgação/FIVB

    FIVB monitora a epidemia do Coronavírus no mundo.

FIVB cancela etapa chinesa por conta do Coronavírus

Além da etapa quatro estrelas de Siming, em Xiamen, outros eventos na Ásia foram alterados
Por: Redação e agências - 26/02/2020 11:54:21
1.267 visualizações

Depois de atingir o automobilismo, com mudanças no calendário da Fórmula 1, e no futebol, com o adiamento de competições em vários países, a epidemia do Coronavírus atingiu o vôlei de praia. A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) anunciou o cancelamento do torneio quatro estrelas de Siming, em Xiamen, na China.

A medida da FIVB foi motivada pela Federação Chinesa de Voleibol, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e  autoridades sanitárias do país asiático onde os primeiros casos da doença foram registrados, que monitoram a situação do Coronavírus e sua expansão pelo mundo. Segundo a FIVB, o cancelamento é uma medida preventiva para garantir a saúde e bem-estar de atletas, equipe técnica e torcedores. O torneio em Siming seria disputado de 29 de abril a 3 de maio.

Além do torneio quatro estrelas de Siming, outras etapas do calendário 2019/20 do Circuito Mundial foram sofreram alterações. O torneio quatro estrelas de Yanzhou, também na China e que estava programado para acontecer entre os dias 22 e 26 de abril, foi adiado para o segundo semestre, após a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em nova data a ser confirmada.

Os torneios de Visakhapatnam-Índia (uma estrela), programado para acontecer a partir desta quinta-feira (27), de Boracay-Filipinas (uma estrela), entre os dias 26 e 29 de março, e Singapura (quatro estrelas), que aconteceria entre 15 e 19 de abril, também foram cancelados. Já o torneio masculino de três estrelas de Bandar Abbas, no Irã, programado para o início de março, foi adiado a pedido da Federação Iraniana de Voleibol, também por conta do Coronavírus - a nova data ainda não foi confirmada pela FIVB.

Só na China, mais de 78 mil casos de pessoas infectadas pelo vírus já foram confirmados - destas, 2.715 morreram. Nesta quarta-feira (26), o Brasil teve seu primeiro caso confirmado no país - um homem de 61 anos, residente em São Paulo e que voltou de viajem à Itália teve a infecção confirmada no exame de contraprova.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade