Circuito Mundial

  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Jake Gibb/Taylor Crabb conquistaram seu primeiro título como dupla no Circuito Mundial.
  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Mariafe Artacho e Taliqua Clancy fizeram muita festa no topo do pódio mexicano.

Austrália e EUA faturam ouro em Chetumal

Torneio mexicano foi o último compromisso do Circuito Mundial em 2019
Por: Redação - 18/11/2019 10:58:26
268 visualizações

Taliqua Clancy/Mariafe Artacho Del Solar, da Austrália, e Jake Gibb/Taylor Crabb, dos Estados Unidos, encerraram o ano de 2019 no alto do pódio. Neste domingo (18), as duplas da Austrália e Estados Unidos conquistaram medalhas de ouro no torneio quatro estrelas de Chetumal, no México, última competição do Circuito Mundial no ano. Além do título, as parcerias conquistaram 800 pontos no ranking olímpico e uma premiação de US$ 20 mil/cada.

No torneio feminino, as australianas asseguraram o primeiro lugar ao vencer as chinesas Fan Wang/Xinyi Xia de virada por 2 sets a 1 (15/21, 21/14 e 15/12). Esse foi o sexto título de Taliqua e Mariafe no tour mundial, e o segundo em 2019 - em junho, elas conquistaram o torneio quatro estrelas de Varsóvia (Polônia). Com o resultado, a dupla subiu nesta segunda-feira (18) para 5.960 pontos no ranking olímpico provisório, que garante vaga aos 15 primeiros times nas Olimpíadas do ano que vem. A pontuação as garantiria entre as 15 duplas com maior pontuação, mas as australianas disputaram apenas 10 torneios até aqui no período de classificação olímpica, dois a menos que o mínimo exigido pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

As holandesas Sanne Keizer/Madelein Meppelink completaram o pódio feminino após vencerem as brasileiras Talita/Taiana por WO - Taiana sofreu uma lesão nas costas na semifinal e não reuniu condições de jogo. 

Os norte-americanos Jake Gibb e Taylor Crabb precisaram de 48 minutos para confirmarem a vitória na final sobre Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen, da Holanda, e conquistarem sua primeira medalha de ouro no Circuito Mundial: 2 sets a 1, parciais de 21/16, 16/21 e 15/12). Além do ouro inédito para a dupla, a conquista também fez de Jake Gibb o atleta mais velho a conquistar uma etapa do tour mundial, aos 43 anos, 9 meses e 12 dias - marca que até então pertencia à seu compatriota John Hyden.

“Isso é incrível, mas o que torna ainda mais importante pra mim é que foi minha primeira medalha de ouro com o Taylor. Tenho que agradecê-lo por acreditar em mim. Quando mais velho eu fico, mais quadra ele cobre e isso é incrível. Hoje somos o time número um do mundo e vamos nos divertir”, disse o veterano Gibb. Com os 800 pontos conquistados em Chetumal, a parceria encerra o ano na 8ª colocação no ranking olímpico provisório, com 6.500 pontos - 220 pontos a mais que Trevor Crabb/Tri Bourne, que ficaram com a medalha de bronze na competição mexicana e são o segundo melhor time dos EUA no ranking olímpico.

Após Chetumal, o Circuito Mundial 2019/20 entra em recesso e será retomado no início de janeiro, com o torneio uma estrela de Qeshm, no Irã, a partir do dia 3/1.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade