+ Notícias

  • Crédito: FIVB

    FIVB anuncia adaptação da qualificação olímpica de vôlei de praia para Tóquio 2021.

FIVB ajusta corrida olímpica

Confederação Internacional anuncia adaptação da qualificação olímpica de vôlei de praia
Por: Redação e agências - 13/05/2020 11:58:18
433 visualizações

A FIVB anunciou nesta quarta-feira(13) a adaptação do Sistema de Qualificação de Vôlei de Praia para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, remarcado para 2021, após a aprovação do Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do Conselho de Administração da FIVB.

Vale lembrar que o Brasil não sofrerá nenhuma alteração na sua corrida olímpica, que já foi encerrada e definida, com as duplas Bruno Schmidt/Evandro e Alison/Álvaro Filho no masculino e Ágatha/Duda e Rebecca/Ana Patrícia no feminino.

Trabalhando em conjunto com a Comissão de Vôlei de Praia da FIVB e a Comissão de Atletas da FIVB, e em alinhamento com os princípios atualizados do Sistema de Qualificação fornecidos pelo COI em 30 de março de 2020, as seguintes atualizações importantes foram acordadas:

1. O novo prazo de qualificação para o Ranking Olímpico foi prorrogado para 13 de junho de 2021 (refletindo o prazo anterior de 14 de junho de 2020) e a lista do Ranking Olímpico será publicada em 14 de junho de 2021.

2. O novo prazo de qualificação para a Copa Continental foi prorrogado até 27 de junho de 2021 (refletindo o prazo anterior de 28 de junho de 2020), e as finais da Copa Continental serão realizadas na mesma semana de 21 a 27 de junho de 2021.

Além disso, exceto pelas atualizações mencionadas acima, nenhuma alteração adicional será aplicada. Os critérios de elegibilidade permanecerão os mesmos, com as equipes sendo obrigadas a participar de um mínimo de 12 eventos de qualificação em todas as rotas de qualificação. Como antes, os 12 melhores resultados de uma equipe contarão para o Ranking Olímpico.

A adaptação é baseada em uma previsão do futuro calendário do World Tour, apresentando um número mínimo de eventos de 3, 4 e 5 estrelas, programados até 13 de junho de 2021. Também reconhece a prioridade da FIVB de refletir o método de alocação e os caminhos do Sistema de Qualificação original que estava em vigor antes do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Após o anúncio, o Presidente da FIVB, Sr. Ary S. Graça F °, disse:

“Acreditamos que essas mudanças no Sistema de Qualificação de Vôlei de Praia para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 representam uma abordagem equilibrada, justa e universal que garantirá que os atletas com melhor desempenho tenham a oportunidade de se qualificar para os Jogos. Com este anúncio, estamos dando aos jogadores de vôlei de praia a certeza do roteiro para a preparação para Tóquio 2020, e assim eles continuam se concentrando em manter sua saúde e bem-estar neste momento”.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade