Circuito Brasileiro

  • Crédito: Divulgação/CBV

    Ricardo vibra com Álvaro Filho a conquista da etapa de Natal/RN.

Ricardo e Álvaro Filho faturam etapa de Natal

Campeão olímpico, de 44 anos, conquista etapa de Natal/RN em possível despedida da dupla
Por: Redação e assessorias/CBV - 24/03/2019 14:38:47

A parceria entre Ricardo e Álvaro Filho (BA/PB) pode ter terminado neste domingo (24.03) com a conquista da etapa de Natal (RN) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 18/19. A dupla superou Hevaldo e Arthur Lanci (CE/PR) por 2 sets a 0 (21/18, 21/16) na decisão disputada na arena montada no Forte dos Reis Magos, conquistando o segundo ouro nesta temporada. O palco esteve lotado e a partida foi exibida ao vivo no SporTV 2.

A disputa de bronze não aconteceu por lesão muscular de Vitor Felipe. O paraibano parceiro de Pedro Solberg (RJ) se contundiu na disputa da semifinal, no sábado (23.03), e não tinha condições físicas de jogar pela terceira colocação. Com isso, Fernandão (ES) e Ramon Gomes (RJ) ficaram com a medalha e subiram ao pódio da penúltima etapa. O Circuito Brasileiro 18/19 termina em João Pessoa (PB), de 10 a 14 de abril.

A medalha de ouro rende um prêmio de R$ 45 mil para Ricardo e Álvaro Filho (BA/PB), além de 400 pontos no ranking geral da temporada. Eles agora lideram com 1.680 pontos, seguidos por Guto e Saymon (RJ/MS), que possuem 1.520 pontos. Por conta disso, a parceria entre Ricardo e Álvaro pode se entender um pouco mais, até João Pessoa (PB), na sétima e última etapa da temporada, para confirmarem a vantagem.

“Estou muito feliz, isso coroa, mostra que tivemos um trabalho muito comprometido, muito importante. Tanto o Ricardo, com os treinamentos que fez nos Estados Unidos, quando eu aqui no CT Cangaço, na Paraíba. Aproveitar esse momento, tenho esse sentimento grato a Ricardo. Sobre a próxima etapa, ainda tem que ser definido, vamos conversar para decidir”, disse Álvaro, que passará a atuar com Alison em breve.

Ricardo analisou a conquista e explicou a motivação para treinar diariamente aos 44 anos em busca de mais títulos e recordes.

“A vontade de estar dentro de quadra é muito grande, de estar competindo, de estar perto de pessoas que eu gosto depois de anos de convívio. Tudo isso torna o fato de estar jogando até os 44 anos muito mais fácil. Estou com uma equipe muito bacana, jogando com o Álvaro, que é um atleta que eu admiro muito e gosto de estar ao lado. Isso faz com que os nossos jogos fluam da melhor forma possível, que consigamos fazer grandes jogos e tendo conquistas bem marcantes para a nossa carreira”, disse o campeão olímpico, que completou.

“Estamos brigando pelo título nacional e isso é o que fica. O que criamos dentro de quadra e fora dela também, com a amizade, só fortalece a vontade de estar competindo ainda. Aos 44 anos ainda ter o dia a dia de treinamento, estar se dedicando exclusivamente a isso, são poucos que optam. Muitos já fizeram transição para outras funções, mas eu ainda me sinto competitivo, me sinto bem jogando e com pessoas que me incentivam a competir. Me sinto bem. Não sei até quando, mas quero curtir cada momento”, disse Ricardo.

Ricardo e Álvaro venceram cinco dos seis jogos disputas em Natal (RN). Este é o segundo título brasileiro da dupla na temporada, já que eles haviam vencido em São Luís (MA), além de terem sido prata em Fortaleza (CE) e bronze em Vila Velha (ES).

O Circuito Brasileiro 18/19 conta com sete etapas, começando em setembro de 2018 e seguindo até abril deste ano. Na primeira etapa da temporada, disputada em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ).

Em Campo Grande (MS), em novembro do ano passado, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE). Já em janeiro deste ano, na retomada do tour em São Luís (MA), títulos para Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), e em Fortaleza (CE), ouro para Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade