Circuito Brasileiro

  • Crédito: Divulgação/CBV

    Ágatha e Duda lideram o brasileiro no feminino.
  • Crédito: Divulgação/CBV

    Guto e Saymon chegam a Natal na liderança do masculino.

Circuito desembarca em Natal/RN

Capital potiguar vai receber a nata do vôlei de praia brasileiro com a sexta etapa
Por: Redação e assessorias/CBV - 19/03/2019 08:13:17

O Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 2018/2019 desembarca nesta semana em Natal (RN), para a sexta e penúltima etapa da temporada. E a briga pelo título geral está mais acirrada do que nunca, com times empatados na liderança do ranking. Por isso, o torneio na capital potiguar, que vai de quarta-feira (20.03) a domingo (24.03), pode ser decisivo para as pretensões das equipes na busca pelo troféu.

O tour nacional é composto por sete etapas e são contabilizados os seis melhores resultados conquistados pelas duplas (possibilidade de um descarte). No feminino, Fernanda e Bárbara Seixas (RJ) somam 1.600 pontos, mas com os descartes, possuem 1.360 pontos, mesmo número de Ágatha/Duda (PR/SE). Carol Solberg e Maria Elisa (RJ), campeãs da edição 17/18, aparecem logo em seguida, com 1.320 pontos.

Fernanda Berti destacou a busca pelo título ao lado de Bárbara, mas lembrou de que o planejamento dos times foi pensado para atingir o ápice durante a corrida olímpica.

“Durante esse período entre a etapa de Fortaleza e a etapa de Natal intensificamos os treinos, aumentando o volume de trabalho, dando mais intensidade. O objetivo das duplas neste ano é a corrida olímpica, mas sempre vamos para as etapas pensando em conseguir o melhor resultado possível. Mas estar na disputa do título é uma motivação grande. É a primeira vez que nosso time está brigando para ser campeão geral do Circuito Brasileiro, estamos trabalhando, evoluindo para estarmos no nosso melhor. E se for possível aliar isso com a conquista do título brasileiro, melhor”, destacou Fernanda.

Duda também comentou a chance de vencer o título brasileiro geral pela primeira vez na carreira, mas lembrou que a melhor estratégia é pensar sempre no próximo jogo.

“Sempre temos esse foco, é a vontade de qualquer time ser campeão brasileiro e poder marcar o nome na história. Mas ainda temos duas etapas pela frente, Natal e João Pessoa. Temos que pensar jogo a jogo, focar em cada objetivo e no final, se tivermos sido as melhores, poder comemorar. Não adianta pensar lá na frente, precisamos jogar cada partida da melhor maneira. Mas tenho muita vontade de conquistar essa competição”, declarou.

No masculino, Eduardo Davi e Adrielson (PR) possuem 1.320 pontos, mas com o descarte do pior resultado, aparecem atrás de dois times: Guto/Saymon (RJ/MS) e Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB), que somam 1.280 pontos no ranking geral.

Os pontos são computados apenas nos torneios que as duplas disputam conjuntamente, por isso, nomes como Alison, André Stein, Evandro, Bruno Schmidt, Pedro Solberg e Vitor Felipe, que realizaram trocas durante a temporada, estão distantes da briga pelo título.

A etapa de Natal (RN), a sexta da temporada 2018/2019 do Circuito Brasileiro, contará com 24 duplas em cada naipe. Os 16 times mais bem colocados no ranking de entradas já estão garantidos na fase de grupos, enquanto outras oito vagas permanecem ‘abertas’ e serão decididas no torneio classificatório, com a presença das duplas estrangeiras. Os homens jogam na quarta-feira, e as mulheres, no dia seguinte.

As partidas também serão transmitidas ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), a partir de quinta-feira (21.03).  Já as disputas de medalha dos dois naipes, no domingo (24.03), serão exibidas ao vivo exclusivamente pelos canais SporTV.

A entrada ao público na arena montada no Forte dos Reis Magos é franca e os atletas participarão de sessões de autógrafo e visitas sociais na véspera da competição.

O Circuito Brasileiro 18/19 conta com sete etapas, começando em setembro de 2018 e seguindo até abril deste ano. Na primeira etapa da temporada, disputada em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ).

Em Campo Grande (MS), em novembro do ano passado, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE). Já em janeiro deste ano, na retomada do tour em São Luís (MA), títulos para Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), e em Fortaleza (CE), ouro para Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

Ranking Geral Masculino com descarte


1º - Guto/Saymon (RJ/MS) – 1.280 pontos


2º - Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) – 1.280 pontos


3º - Eduardo Davi/Adrielson (PR) – 1.080 pontos


4º - Hevaldo/Arthur (CE/PR) – 1.080 pontos

Ranking Geral Feminino com descarte


1º - Ágatha/Duda (PR/SE) – 1.360 pontos


2º - Fernanda Berti/Bárbara (RJ) – 1.360 pontos


3º - Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) – 1.320 pontos


4º - Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) – 1.280 pontos


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade